ACESSOS

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

EXCLUSIVO COM MINO PEDROSA - TESTEMUNHA CHAVE: RUMO Á DELAÇÃO PREMIADA

O governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz afogado em denúncias de crimes, lavagem de dinheiro, abuso de poder, entre tantos outros, desta vez não vai escapar.

O soldado general 4 estrelas João Dias convive nas últimas semanas com um segredo que vai abalar as estruturas no GDF: a delação premiada.

São centenas de documentos, vídeos, fitas de áudio, fotos, que levam Agnelo e seu staff à derrocada. O Quidnovi teve acesso a parte desses documentos, que por segurança dos familiares de João Dias, estão sob a guarda da Justiça, e por precaução, cópias foram enviadas ao exterior caso algo perca o controle na Justiça brasileira.

João Dias se inspirou num dos casos mais recentes da política nacional: a Operação Caixa de Pandora, onde o ex-governador José Roberto Arruda foi preso, após ter sido denunciado pelo delator Durval Barbosa, homem de confiança de Arruda, na ocasião.

Só que desta vez João Dias trás à tona a trajetória do governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz, desde o Ministério do Esporte, com a passagem pela direção da ANVISA, até a chegada ao Palácio do Buriti. Tudo devidamente documentado, com “aqueles vídeos” de comemoração e inauguração de quadras de esportes,onde Agnelo, como ministro do  mostra uma profunda amizade, negada agora, ao soldado João Dias. 

No video João Dias mostra como Agnelo escancarou as portas do Ministério dos Esportes para ele, através de seu braço direito Júlio Cesar, marido de Rosilene Santiago, apontada agora, por João, como a especilista em ONGs junto ao Ministério dos Esportes. Rosilene o Júlio Cesar, ambos do PCdo B, são os operadores dos desvios das entidades não governamentais no processo que derrubou o ministro Orlando Silva.

João Dias garante que todo o dinheiro que recebeu no Esporte foi aplicado em seus projetos. Mas não garante que o mesmo aconteceu com os demais projetos que tramitaram no MInistério.

O soldado general 4 estrelas dispara a sua metralhadora, com exclusividade ao Quidnovi e acusa, com documentos e vídeos, o pagamento de R$ 250 mil – parte de um total de mais de R$ 1 milhão – ao Chefe da Casa Militar de Agnelo, o tenente coronel Rogério Leão. O dinheiro foi entregue, segundo João Dias, a Daniel Tavares, funcionário do Laboratório União Química, como "cala boca" para desmentir o flagrante de pagamento de propina do Laboratório para o então diretor da ANVISA, Agnelo Queiroz.

É claro que não existe nenhuma sindicância envolvendo o nome de Agnelo na ANVISA, mas, com certeza, envolvendo o nome de seu staff, hoje acolhido no Governo do DF existe. A ANVISA recentemente divulgou o resultado da sindicância e disse não ter o envolvimento de Agnelo. É lógico, que a propina se dava nos bastidores.

João Dias pegou uma farta documentação que estava em poder de Daniel e tem até o áudio que comprova o pagamento de propina para Agnelo. Mostrou tambémao QUidnovi toda a movimentação bancária de Daniel, onde comprova a incompatibilidade com o que o funcionário recebia de salário. Daniel entregou o carro que usava - uma Saveiro prata - em nome de sua irmã, para confirmar que realmente João Dias esteve com ele e tem todo o dossiê ANVISA nas mãos.

O coronel Leão, chefe da Casa Militar do GDF, não poderia se envolver em escândalos frequentes, como vem sendo divulgado pela imprensa.

João Dias anda extremamente nervoso, porque o estado emocional de sua família foi abalado, com tanta pressão feita “pelos delinquentes que cercam Agnelo.” João diz não temer represálias e insinua que a Justiça acompanha o dia-a-dia dele, dando-lhe já o tratamento de uma testemunha chave.

Durante mais de três horas, João conversou com o Quidnovi e permitiu uma entrevista para registrar o encontro. O soldado general disse que a queda do governador é uma questão de tempo e que será inevitável. E revela que há grupos, dentro do Governo, de todos os tipos de interesses: policial, político, empresarial e outros camuflados. Todos os dias há uma disputa cada vez mais acirrada entre esses grupos pelo poder na Capital da República.

O soldado dispara também contra a autoridade parlamentar deputado distrital Chico Vigilante acusando-o de ter recebido propina. Revela o nome de um empresário, que já esteve à frente da multinacional Ericson e hoje opera como caixa para Agnelo e o secretário de Governo Paulo Tadeu. Diz ainda que Adolfo Miranda de Oliveira Filho fornece água mineral Itiquira para o Governo da Bahia, acordo este firmado entre Agnelo e Jacques Wagner, com o aval de Paulo Tadeu.

Outra acusação feita por João Dias é de que Adolfo teria presenteado Paulo Tadeu com um iate de R$ 900 mil, batizado de Timão, em homenagem ao Corinthias. A embarcação está fundeada na marina do Hotel Lake Side. As torneiras do iate, não são douradas e sim banhadas a ouro.

Conforme o Quidnovi já revelou no ano passado, o Lake Side é ponto de encontro da cúpula do GDF para discutir “negócios”. São vários apartamentos que são colocados à disposição do Governador, do vice Tadeu Filipelli, do secretário Paulo Tadeu, e do presidente da Câmara Legislativa Cabo Patrício. 

Os melhores momentos da entrevista de João Dias com revelações rocambolescas para o Quidnovi você vai ver aqui.



Fonte: Quid Novi

Ministro Ayres Britto, do STF, negou o pedido do PSD para ‘participar’ das comissões na Câmara


O ministro Carlos Ayres Britto (foto) , do STF, indeferiu nesta quarta (29) o pedido feito pelo PSD para que fosse reconhecido aos seus deputados federais o “direito” de participar das comissões da Câmara.

Em despacho de cinco folhas (íntegra disponível aqui), Ayres Britto realçou que o PSD ainda não participou de eleições.

Por isso, não pode ser equiparado aos demais partidos, cujas bancadas foram legitimadas pelas urnas de 2010.

O ministro anotou: “O partido autor da presente ação de segurança não participou de nenhuma eleição popular.” Enfatizou: “Não submeteu a nenhum corpo de eleitores o seu estatuto ou programa partidário. Ainda não passou pelo teste das urnas, enfim, porque não ungido na pia batismal do voto.”

Concluiu: “Não vejo, portanto, como reconhecer a sua equiparação em tudo e por tudo, com partidos e coligações já dotados de representantes […] submetidos, com êxito, ao corpo eleitoral do país.”

Acrescentou: “Numa frase, não tenho como fazer do reconhecimento da legitimidade das novas filiações a ele, partido acionante, um atestado de pré-existência à atual legislatura.”

Ayres Britto é o relator de mandado de segurança ajuizado pelo PSD contra decisão do presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), que negara à legenda a participação no rateio dos cargos nas comissões.

A decisão do ministro é liminar (temporária).

Ele irá agora concluir o seu voto.

Caberá ao plenário do Supremo, composto por onze ministros, dar a palavra final.

Não há prazo para o julgamento.

Até lá, vale a decisão de Marco Maia.

Fonte: Blog do Josias - UOL

PROVOCAÇÃO DO PT

A turma petista de Rui Falcão vai delirar com essa: por volta de 10h30 da manhã desta quinta-feira, a oposição no Congresso vai lotar o saguão do Aeroporto Internacional de Brasília para uma celebração.

Deputados e senadores do DEM, PSDB e PPS irão descerrar a placa comemorativa em homenagem à primeira grande privatização do PT. A cerimônia vai ocorrer na frente do balcão da Gol.

Fonte: Por Lauro Jardim - VEJA

HACKERS ATACAM BLOGUE DA CIDADE 'NOTIBRAS'

 
Infelizmente já está virando moda no DF. O jornalista José Seabra teve na tarde desta quarta-feira,29, seu site Notíbras invadido por hackers, que tiraram a sua página do ar. O pior de tudo deletaram todas as suas postagens. Segundo informações divulgadas eram mais de 300 mil matérias no banco de dados. Não é a primeira vez que Seabra tem seu portal hackeado.

 Aliás, esse tipo de crime virtual tem sido recorrente em Brasília e por coincidência as principais vítimas dos criminosos são os blogues da cidade, principalmente os mais críticos. Eu mesmo fui vítima de invasão virtual por três vezes e o transtorno foi grande.

 Nosso blog se solidariza com o jornalista e amigo -- José Seabra -- esperamos que em breve o brilhante e divertido Notibras possa voltar ao ar. O meio político precisa de todo talento de seu editor-chefe.  Força Seabra!

Confira nota emitida por José Seabra:
 
Hackers atacam Notibras.

O Grupo Notibras de Comunicação foi alvo na madrugada desta quarta-feira, 29 de fevereiro, de ataques de um grupo de hackers ainda não identificado. Notibras lamenta informar, que perdeu um banco de dados com mais 300.000 notícias. A Diretoria Colegiada do GNC está tomando providências junto à Polícia Federal e à Polícia Civil do Distrito Federal para identificar os responsáveis. Pedimos desculpas aos nossos internautas e esperamos voltar ao ar o quanto antes, na certeza de que atos dessa natureza jamais intimidarão a liberdade de informar, venham de onde vierem as ameaças.

José Seabra
Diretor-Editor

Fonte: Blog Rádio Corredor por Odir Ribeiro

ELEIÇÕES 2014 - EM GESTAÇÃO A CHAPA 'RR' - AGUARDEM

 RR promete dar trabalho aos adversários, principalmente nos debates

Circula nos bastidores da política brasiliense, a informação de que integrantes do PSDB tem conversado com o grupo rorizista. Historicamente, PSDB e Roriz caminharam juntos por muito tempo e foram vitoriosos, como por exemplo, em 2002 quando Roriz ganhou a reeleição tendo como vice a tucana Maria de Lourdes Abadia.

A ideia é não desprezar os votos do rorizismo – cerca de 30% do eleitorado do DF – e lançar uma chapa ao GDF contendo nome e sobrenome, além da experiência jurídica e parlamentar de seus protagonistas. 
 
Está em gestação a chapa Raimundo Ribeiro PSDB/DF (foto) e Liliane Roriz (foto), que atualmente está no PSD.
 
Se depender dos debates, o advogado e suplente de deputado distrital promete dar muito trabalho aos adversários em 2014 na corrida ao Buriti.

E caso Liliane não queira ser vice de Ribeiro, este já teria um outro nome na manga, do seguimento evangélico, que também representa 35% da população do DF.
 
Raimundo Ribeiro será candidato a governador pelo PSDB e fará campanha para Aécio Neves, que será candidato a Presidente da República.

Fonte: Publicado por Donny Silva

KASSAB DIZ QUE SERRA DEIXARÁ PSDB SE FOR ELEITO


Em seus diálogos privados, Gilberto Kassab informa que, se for eleito para a prefeitura de São Paulo, o tucano José Serra vai romper com o PSDB e abandonar os quadros da legenda.
 
Na versão difundida por Kassab nos subterrâneos, Serra pretende articular a formação de um novo partido. A base dessa legenda seria o PSD.

Ao partido presidido por Kassab seriam incorporadas outras agremiações.

Nesses diálogos travados a portas fechadas, Kassab repete algo que disse sob holofotes.

Segundo ele, Serra não cogita disputar a Presidência da República em 2014. Planeja dedicar-se à prefeitura.

Em conversa com o blog, um dos ouvidos que escutaram Kassab juntou as duas pontas da argumentação e concluiu: não faz nexo. Indaga-se: por que Serra iria à nova legenda se não pretendesse ressuscitar o projeto presidencial que o PSDB lhe sonega?

A interlocutores petistas, Kassab adiciona outro dado. 

Afirma que, em São Paulo, sua aliança é com Serra, não com o PSDB.

Diz não ter compromisso, por exemplo, com a reeleição do governador tucano Geraldo Alckmin.

Reitera que, no plano federal, nada muda. O seu PSD continuará atuando no Congresso como força auxiliar do governo Dilma Rousseff.

Lamenta que tenha desandado a negociação que o levaria a apoiar Fernando Haddad na capital paulista.

Kassab atribui ao próprio PT o malogro da articulação.

Recorda que, antes do Carnaval, aconselhara ao petismo que apressasse o fechamento do acordo.

Rememora detalhes das conversas que manteve com Lula e Dilma Rousseff.

Dissera a ambos que, se Serra entrasse no jogo, não teria como se esquivar de apoiá-lo.

Achava que, selado o acordo do PSD com o PT em torno da candidatura de Haddad, o amigo tucano não seria candidato hoje.

A demora do petismo, diz ele, trouxe Serra à disputa.

Fonte: Blog do Josias - UOL

RÉ NA CÂMARA LEGISLATIVA DO DISTRITO FEDERAL..??


Na sessão desta de quinta-feira, 28, na Câmara Legislativa, o assunto mais comentado pelos corredores foi (re)eleição para a composição da Mesa Diretora da Casa para o biênio 2013/14. Se a atual conjuntura permanecer, o tema reeleição da Mesa Diretora é assunto superado. 

Alguns parlamentares se opõem, mesmo que reservadamente, à reeleição do atual presidente Patrício (PT). Ele, inclusive, já começa encontrar resistência dentro do próprio PT e o do Palácio do Buriti. Sem contar com a pressão popular sobre a CLDF, que a cada dia está mais intensa. Alguns setores da sociedade prometem reagir caso o projeto comece a tramitar na Casa. 

Outro fato que pesa contra o parlamentar, é a série de desgastes que a Casa sofreu nesse primeiro semestre. Um prato que não foi bem digerido por seus colegas.  Além disso, têm distritais que sonham a cada dia com a cobiçada cadeira e começam a fazer articulações para ser alçado ao posto.  

Parece que Patrício vai que ter que colocar todo o seu poder de persuasão em jogo, e contar com aquela máxima que diz que a política muda conforme os ventos. O que podemos dizer que os ventos não sopram a favor do presidente da Casa nesse momento. Vale lembrar que qualquer prognóstico nesse momento é pura precipitação.

Fonte: Blog Rádio Corredor por Odir Ribeiro

MENSAGENS NADA REPUBLICANAS

Órgãos de Segurança Pública do DF estão sendo utilizados para investigarem, com métodos clandestinos, pessoas e não fatos. Será a volta dos velhos tempos tão combatidos pelo PT?


Como não foi possível se organizarem totalmente durante a gestão Onofre de Morais, o núcleo instalado na Polícia Civil que visa denegrir os adversários de integrantes do GDF está se completando para dar continuidade à sanha.

O plano vazou via e-mail enviado a diversos órgãos de controle e dois deputados distritais.

Já se sabe que dois secretários de pastas importantes do GDF e um Tenente Coronel da PMDF são os mentores da brilhante ideia.

O núcleo é composto por cinco delegados que estão operacionalizando as ações, diversos agentes escolhidos a dedo e lotados em delegacias estratégicas para fazerem os levantamentos, inclusive nos estados onde nasceram os investigados.

Uma empresa de São Paulo foi contratada para rastrear e monitorar sigilos telefônicos, bancários e fiscais.
Depoimentos forjados e testemunhas de viveiro, que estão sendo cevadas, farão parte do grande plano.

Poderemos ter muito em breve pedido de prisões de parlamentares, jornalistas e servidores públicos que fazem oposição a alguns integrantes do GDF.

O documento enviado às autoridades têm uma informação importante: o governador Agnelo Queiroz e seu chefe de gabinete, Cláudio Monteiro, não têm conhecimento do que está sendo tramado.

A história vazou e algumas pessoas já foram avisadas pelos que receberam as informações.

Agora é esperar para ver.

Se o governador não tomar providências imediatas, poderá sofrer mais um grande desgaste político, pois "as pessoas envolvidas não estão nem aí para ele."

Fonte: Blog do Edson Sombra 

POLÍCIA FEDERAL PRENDE PIVÔ DO PRIMEIRO ESCÂNDALO DO PT

PF prende pivô do primeiro escândalo do PT 
Bicheiro Carlinhos Cachoeira, que gravou Waldomiro Diniz, ex-assessor de José Dirceu, pedindo propina, foi preso hoje na Operação Monte Carlo da Polícia Federal; a acusação é de liderar uma quadrilha de caça-níqueis em cinco estados

247 – Um dia da caça, outro do caçador. Em 2004, segundo ano do primeiro governo Lula, eclodiu um escândalo que ameaçou o então todo-poderoso ministro José Dirceu. Seu principal assessor, Waldomiro Diniz, havia sido gravado pelo bicheiro Carlinhos Cachoeira, pedindo propina para ajudar na liberação dos bingos. Naquele episódio, pela primeira vez, manchou-se a imagem do PT, que, depois, viria a ser arranhada por uma série de escândalos – o principal deles, o Mensalão. Hoje, oito anos depois, Carlinhos Cachoeira foi preso pela Polícia Federal. Leia abaixo notícia da Agência Estado sobre a operação:

Os chefes da quadrilha especializada em explorar máquinas caça-níqueis em cinco estados foram presos na manhã desta quarta-feira, 29, durante a Operação Monte Carlo, desencadeada pela Polícia Federal, Ministério Público Federal, com auxílio da Receita Federal.

Segundo o MP, já foram cumpridos oito prisões preventivas, 27 prisões temporárias, 10 ordens de condução coercitiva e buscas e apreensões em diversas localidades. Entre os presos, que já estão na sede da PF, em Brasília, está o líder da quadrilha, Carlinhos Cachoeira, que determinava o fechamento e abertura de casas de jogos no território de seu domínio.

O grupo, segundo a PF, operava há mais de 17 anos com a conivência de algumas autoridades de segurança pública, em pontos em Goiânia e Valparaíso de Goiás, e contavam com a ajuda de agentes de segurança pública, que atuavam mediante o pagamento de propina. Eles davam suporte ao funcionamento das casas do grupo, seja não realizando ações interventivas, seja comunicando os criminosos sobre trabalhos dos órgãos de persecução no enfrentamento à organização, especialmente para que as casas e máquinas caça-níqueis fossem transferidas de local.

Durante a investigação, que durou cerca de 15 meses, foram identificados como integrantes do grupo criminoso infiltrados na área de segurança pública dois delegados de Polícia Federal de Goiânia, seis delegados da Polícia Civil de Goiás, três tenentes-coronéis, um capitão, uma major, dois sargentos, quatro cabos e 18 soldados da Polícia Militar de Goiás, um auxiliar administrativo da Polícia Federal em Brasília, um policial rodoviário federal, um agente da polícia civil de Goiás e um agente da polícia civil de Brasília, um sargento da Polícia Militar de Brasília, um servidor da Polícia Civil de Goiás, um servidor da Justiça Estadual de Valparaíso de Goiás.

Fonte: Brasília 247 - 29 de Fevereiro de 2012 às 13:53   Agência Estado

CLDF - PATRÍCIO NÃO QUER TRANSPARÊNCIA VIA TV DISTRITAL

Definitivamente o presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, deputado Patrício PT/DF (foto) na prática não gosta muito da tão falada e badalada ‘transparência’ dos trabalhos do legislativo local. 
 
A Tv Distrital continua fora dos planos de Patrício, mas alguns deputados começam a pressionar o presidente para que tenham novamente o direito de serem assistidos por seus eleitores.

Incomodada com a situação, a deputada Celina Leão PSD/DF (foto) encontrou um recurso para mostrar os trabalhos da Casa: transmitiu nesta terça (28) a sessão via internet.

Enquanto sobra coragem para leão, falta vontade do ex-cabo…

Fonte: Publicado por Donny Silva

CHARGE DO AROEIRA 'Amar não é coisa para amador!'


DANIEL NA COVA DO LEÃO E DO GATO MARACAJÁ


Reza o antigo testamento, que o profeta Daniel ganhou notoriedade e respeito no reino Babilônico, por sua rara inteligência, suas previsões e pela retidão de seu caráter. Refém do Rei Nabucodonosor durante a invasão a Jerusalém, o jovem Daniel foi levado a Babilônia, e por sua origem nobre, foi escolhido para receber a melhor educação da corte. Apesar de ter recebido toda influência cultural e religiosa do povo Caldeu, Daniel jamais abandonou a fé no seu Deus e na Sua verdade.

A fé e a verdade levaram o Profeta Daniel a ser jogado na cova dos leões, por ordem do Rei Ciro, que envolto por um ardiloso plano arquitetado por asseclas inescrupulosos e corruptos, proibira o culto a deuses por trinta dias.  Pois bem, descoberta a conspiração, os leões que não devoraram Daniel, se refestelaram com a carne dos conspiradores.

Nos jardins suspensos de Brasília um jovem Daniel, nem tão inteligente, nem tampouco tão reto, também ficou refém de um grupo de ‘conquistadores’. Levado a corte, o jovem simples frequentava altas rodas, figurando em fotos ao lado do presidente da república, ministros e grandes empresários, e, no entanto, vive hoje num ostracismo digno dos fracos, resultado de sua eterna crise de identidade: ser lobista ou não ser; falar a verdade ou mentir; ser um homem ou um rato.

Ao contrário do profeta, o Daniel candango conspirou contra os seus e contra todos, mas principalmente com o compromisso com a verdade. Desafiou a fé e confiança de todos, inclusive do leão e do gato maracajá, cuja cova foi buscar abrigo, alimento e dinheiro. Saiu ileso.

Os guardiões do tempo estão prestes a desvendar mais uma grande conspiração contra a verdade. Vai ter que chamar o IBAMA!

Fonte: Blog Rádio Corredor por Odir Ribeiro

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

ADVOGADOS SE REÚNEM NO ESQUINA MINEIRA


Nesta segunda (27), advogados participaram de jantar no restaurante Esquina Mineira.

De sobremesa,  aprovaram documento a  ser entregue ao Ministério Público exigindo agilidade e transparência nas investigações que envolvem autoridades do DF e no âmbito federal.

Segue documento:  


Fonte:

SERRA ENTREGA CARTA AO PSDB PEDINDO LUGAR EM PRÉVIAS

O ex-governador de São Paulo José Serra PSDB (foto) entregou, na tarde desta terça-feira, carta na qual formaliza a intenção para participar das prévias do partido nas eleições para a prefeitura da capital paulista. Serra foi recebido por quadros do partido no diretório municipal.

No documento, ele afirma que o pleito de outubro será "uma disputa entre duas visões distintas de democracia" e "de Brasil". Segundo ele, trata-se de uma "atividade privada" ou "fruto de ambição íntima", mas "destinada ao bem comum". Ele disse ainda que "saberá disputar as eleições" e que vai "honrar o mandato". Informações do Terra.

Fonte: Blog do Honorato - Da redação em 28/02/2012 20:35:35

PALHAÇO POR PALHAÇO, PR FALA EM 'LANÇAR' TIRIRICA


Cobiçado pelo PT em São Paulo e desprezado por Dilma Rousseff em Brasília, o PR decidiu pegar pesado. Leva às manchetes a hipótese de lançar a candidatura do palhaço Tiririca à prefeitura paulistana.

Ouvido, Tiririca deu asas à piada: “Acho que isso é um reconhecimento do meu trabalho aqui [na Câmara]. De 513 eu sou um dos poucos que nunca faltou. Isso me surpreendeu, mas quem bota lá [na prefeitura] é o povo.”

Líder do PR na Câmara, o deputado Lincoln Portela (MG) ecoou Tiririca, potencializando-o: “Pela votação dele, ele tem todo o direito de ser candidato. Além disso foi uma surpresa positiva aqui na Câmara.”

Tiririca foi levado a Brasília pelos votos de 1,35 milhão de eleitores do Estado de São Paulo. Um recorde nacional. Desse total, 430 mil votos foram amealhados na capital paulista.

Na propaganda de tevê, Tiririca dizia não saber o que diabos fazia um deputado. Convidava o eleitor a elegê-lo para que descobrisse. Depois, dividiria suas descobertas com a platéia.

É improvável que Tiririca saiba o que faz um prefeito. Porém, confirmando-se a candidatura de 2012, pode repetir a estratégia de 2010. Vai atear risos nos rivais e na imprensa. Mas, como disse, “quem bota lá é o povo”.

Fonte: Blog do Josias - UOL

PREFEITO TIRIRICA 'AONDE VAMOS PARAR'

 Não é piada: Tiririca estuda candidatura a prefeito

Depois de uma rodada de conversas com Valdemar Costa Neto, durante o Carnaval, Tiririca autorizou a cúpula do PR a iniciar os movimentos para lançar seu nome na disputa pela Prefeitura de São Paulo.

Segundo Tiririca, a pré-candidatura começou a ser cogitada diante da quantidade de cartas e e-mails de eleitores que estariam clamando ao PR para lançá-lo na disputa. Diz Tiririca:

– O partido me comunicou que os meus eleitores estão pressionando para que eu seja candidato. Eu disse que estou à disposição. Fico muito feliz por ter o meu nome lembrado nisso. É uma coisa muito importante.

Fonte: Por Lauro Jardim - VEJA

DISTRITAIS ACABAM COM 14º E 15º SALÁRIOS NA CÂMARA

Distritais acabam com 14° e 15° salários na Câmara  
Por unanimidade, 23 deputados aprovam o fim dos salários extras na Casa; apenas Benedito Domingos não votou por não estar no plenário; desde a aprovação do benefício, em 1999, salários extras causaram impacto de R$ 20 milhões aos cofres públicos; projeto segue para sanção do governador
   
Brasília247 – Acabou parte da mordomia com dinheiro público na Câmara Legislativa. Os deputados distritais aprovaram por unanimidade o projeto que acaba com os 14° e 15° salários pagos aos parlamentares. Após reunião nesta terça-feira (28), o Colégio de Líderes decidiu levar a proposta para ser apreciada pelos 24 deputados antes mesmo de tramitar pelas comissões da Câmara Legislativa. A remuneração extra aos parlamentares custa quase R$ 1 milhão aos cofres públicos por ano. Desde a aprovação da lei, em 1999, o benefício já causou um impacto financeiro de R$ 20 milhões.

Após passar pelas comissões e receber o aval em primeiro e segundo turno por 23 dos 24 deputados da Casa, o projeto agora segue para sanção do governador Agnelo Queiroz. O deputado Benedito Domingos (PP) não estava no plenário no momento da votação. Depois de publicada no Diário Oficial do Distrito Federal, a lei passará a valer já para o próximo ano. Assim, os deputados terão direito a 13 salários, como todos os brasileiros. A proposta só pôde ser apreciada nesta terça, porque os deputados Chico Vigilante (PT), Dr. Charles (PTB), Eliana Pedrosa (PSD), Israel Batista (PDT) e Rôney Nemer (PMDB) chegaram ao entendimento de que o projeto precisava ser votado.

Desde a segunda-feira de carnaval, sete distritais tinham decidido por abrir mão das remunerações extras. As mais recentes a deixarem de receber os salários de R$ 20 mil cada um foram Celina Leão e Eliana Pedrosa, ambas do PSD. Na edição do Diário desta terça-feira (28), o deputado Washington Mesquita abriu mão dos salários extras. Os vencimentos, de R$ 20 mil cada um, são pagos em 20 de dezembro (o 15º) e em 20 de fevereiro (o 14º). Além dos três, Liliane Roriz (PSD), Chico Vigilante, Robério Negreiros (PSDB) e Paulo Roriz (DEM) também abriram mão.



Apenas sete dos 24 não recebiam o pagamento nesta legislatura. São eles: Arlete Sampaio (PT), Chico Leite (PT), Cláudio Abrantes (PPS), Dr. Charles (PTB), Israel Batista (PDT), Joe Valle (PSB) e o presidente da Casa, Patrício (PT). Faltavam dez parlamentares cederem à pressão e também abrirem mão desse vencimento. Além do salário mensal de R$ 20 mil, os distritais têm direito a uma verba indenizatória mensal de R$ 20 mil, diárias de viagens de até R$ 385, e para o exterior, de 350 para 450 dólares ou euros e ainda uma verba de gabinete de R$ 96 mil para contratação de até 23 comissionados.

Além desses benefícios, a Mesa Diretora ainda estuda comprar 15 carros para servir aos deputados. Atualmente, a Câmara Legislativa tem uma van, uma ambulância e dois carros, que estão quebrados. Cada distrital custa, em média, R$ 1,8 milhão aos cofres públicos por ano. Sendo R$ 7,2 milhões para cada um deles durante os quatro anos do mandato.

Na sessão extraordinária, os deputados aprovaram também a resolução que cria isonomia salarial entre os distritais. A partir de agora, os deputados não poderão mais receber salários do órgão de origem, como é o caso do promotor de Justiça Chico Leite. Por não considerar o mandato uma profissão, o promotor licenciado optou por receber o salário do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios. Agora, pela legislação, ele terá que receber a remuneração da Câmara e perderá cerca de R$ 4 mil por mês. Na votação, apenas Chico Leite (PT) e Agaciel Macia (PTC) se abstiveram de votar.

Com informações do Jornal Correio Braziliense e do portal UOL.

Fonte: Brasília 247 - 28 de Fevereiro de 2012 às 21:31

TEORIA DA CONSPIRAÇÃO 'LUIZ ESTEVÃO'


Correm boatos no meio político do DF, que o ex-senador cassado Luiz Estevão, pensa em se candidatar ao Palácio do Buriti em 2014.

Segundo pessoas consultadas pelo blog e que são próximas ao ex-senador, o político já teria condições legais para concorrer ao próximo pleito.

Para isso basta que ele quite seus débitos com a União.

Segundo a teoria da conspiração dos bastidores Luiz Estevão, vem fazendo movimentações políticas a mais tempo do que se imagina.

Só o tempo mostrará se realmente tudo isso não passa de mais uma ficção a la Hollywood

Fonte: Blog Rádio Corredor por Odir Ribeiro

O FEITIÇO VIROU CONTRA O FEITICEIRO..??

 

O caso do lobista Daniel Tavares parece que está longe do fim. Caso se comprove toda a história que vem sendo ventilada nos bastidores. Muita gente pode ficar em apuros.

Para quem não lembra o personagem Daniel Tavares surgiu no ano passado no dia 7 de novembro de 2011. A trama foi repercussão na imprensa local e nacional.

Tavares apresentou um documento, onde comprovava que havia depositado R$ 5 mil na conta pessoal do governador Agnelo Queiroz. Inclusive o lobista gravou um depoimento em áudio e vídeo para a deputada distrital da oposição Celina Leão (PSD).

Pouco tempo depois em entrevista a uma emissora de televisão, ele desmentiu o depoimento que havia dado as distritais. Em menos de 24 horas, ele passou de acusador a vítima. Tavares disse que foi coagido e vítima de suborno por parte de -- Celina Leão -- e o   empresário Eduardo Pedrosa. Esse seria o motivo do depoimento contra Agnelo.

Só que esses dias, o caso teve uma reviravolta. E nessa história apareceu mais um personagem -- o cabo João Dias.

Ele relatou recentemente em seu blog Rota de Colisão, que o depoimento que incriminava as deputadas foi comprado e trouxe mais um personagem para o olho do furacão, o Chefe da Casa Militar Coronel Leão. 

Dias em seu blog relata que o Cel Leão estaria por trás da mudança repentina de versão do lobista Daniel Tavares.

Segundo fontes, Dias acompanhou toda a trama in loco. 

Ainda de acordo com João Dias, o segundo testemunho foi comparado por R$ 1 milhão e quantia foi paga em partes.

Inclusive em seu blog há dois vídeos de Daniel Tavares sendo atendido em um hospital da cidade não se sabe ao certo o que aconteceu.

O vídeo revelou que o policial conhece bem o lobista. Na mesma postagem o cabo da Policia Militar se coloca a disposição da deputada Celina para esclarecer o caso.
 
Esse foi um breve resumo do resumo de toda essa história que prometemos relatar mais alguns capítulos ainda essa semana.  O feitiço pode ter virado contra o feiticeiro.

A tropa de choque montada nesse caso pode ter se dado muito mal. No mais é só esperar por mais novidades que essa história virá trazer.

Qualquer previsão nesse momento é precipitada.

Fonte: Blog Rádio Corredor por Odir Ribeiro

OS ATAQUES POLÍTICOS DA ERA MODERNA - PARTE II

 
Nesta segunda-feira,28, o blog trouxe a postagem que falava dos ataques políticos da era moderna. Pois é, a vítima de mais um desses ataques virtuais foi o deputado federal oposicionista Izalci Lucas PR/DF (foto). O parlamentar é um dos maiores oposicionistas do governo Agnelo Queiroz (PT).

Após circular a notícia de que o parlamentar seria um dos nomes ao Buriti 2014, os chamados os “fakes institucionais” começarem os bombardeios nas redes sociais. O pior é que esse tipo de prática eletrônica condenável tem incomodado alguns parlamentares governistas e da oposição,  principal vítima dos ataques sem limites dos “bandidos virtuais”. 

Eu mesmo já fui vítima desses inconseqüentes há um mês quando tive um sério problema de saúde, quando um desses fakes debochou do meu estado de saúde, mostrando que limites e respeito não existem para esse tipo de gente. Não só eu, mas, jornalistas ou pessoas que fazem a suas simples críticas são vítimas desse tipo de perfil falso.

Só resta saber se a bandidagem virtual não seria financiada com dinheiro público. A Polícia Civil e o MP deveriam investigar o assunto.

Fonte: Blog Rádio Corredor por Odir Ribeiro

"FUI USADO PELO VALDEMAR", AFIRMA DEPUTADO FEDERAL IZALCI LUCAS

Deputado afirma que Valdemar Costa Neto trata o PR como “um negócio” particular e quer o Ministério dos Transportes em troca do apoio ao petista Fernando Haddad, em São Paulo
 
O deputado Izalci Lucas, em Brasília. Ele afirma que foi afastado da direção do PR, em Brasília, por Valdemar Costa Neto porque criticou o governador Agnelo Queiroz (PT)

O Partido da República (PR) é conhecido no meio do político como o partido do deputado Valdemar Costa Neto (SP).

Ex-presidente do PR no Distrito Federal, o deputado Izalci Lucas diz que, na prática, o PR é realmente um negócio particular de Costa Neto. Nesta entrevista a ÉPOCA, Izalci afirma que Costa Neto o afastou do comando da legenda em Brasília em troca da negociação de cargos no governo federal.

Izalci diz também que a obsessão de Valdemar é recuperar o Ministério dos Transportes. No ano passado, o ministro Alfredo Nascimento (PR) caiu por acusações de corrupção. Na sequência, 23 pessoas ligadas ao PR foram demitidas do Departamento Nacional de Infra-estrutura em Transpore (Dnit), subordinado ao Ministério, acusadas de irregularidades.

Agora, segundo Izalci, Valdemar propõe ceder o tempo de TV do PR ao candidato do PT à prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, em troca da volta do partido ao comando da pasta.
 
ÉPOCA – Qual é o poder do Valdemar Costa Neto dentro do PR?

Deputado Izalci –
Total. Ele é o dono do partido. Quem manda é o Valdemar. Nunca fiz tratativa com nenhum outro membro. Na prática, o PR é o negócio do Valdemar. Trata aquilo como se fosse a empresa dele.

Todos obedecem muito ao Valdemar. Quando, por exemplo, pedi ao líder do partido na Câmara, Lincoln Portela (MG), uma simples assinatura afirmando que eu não tinha condições de permanecer no partido, depois de ter sido afastado, ele disse que só assinaria com a anuência do Valdemar. Leia mais

Fonte: Revista Época
Blog do Edson Sombra

QUESTIONADO, STF REVÊ AÇÕES CONTRA POLÍTICOS

Após pedido de esclarecimentos, ministros dão andamento a processos que estavam parados

O Supremo Tribunal Federal deu andamento, nos últimos 20 dias, a duas ações penais contra políticos paradas havia mais de um ano e cinco meses no tribunal.
 
 
A movimentação ocorreu dias após um pedido de esclarecimentos feito pela Folha ao STF sobre os casos.
 
No caderno "A Engrenagem da Impunidade", publicado no domingo, a Folha revelou que erros e omissões de juízes, procuradores e policiais federais estão na raiz da impunidade de políticos. O levantamento teve por base 258 processos e inquéritos sobre 166 deputados, senadores e ministros que tramitam ou tramitaram pelo STF. Leia mais

Fonte: Jornal Folha de São Paulo
Blog do Sombra

DOZE DISTRITAIS RECEBEM SALÁRIOS EXTRAS NA CÂMARA

Doze distritais recebem salários extras na Câmara 
Aos poucos, deputados abrem mão de receber os 14º e 15º salários, mas acordo sobre o fim do pagamento ainda precisa ser debatido; reunião de líderes às 14h30 na Câmara Legislativa deve decidir se leva projeto ao plenário; com remuneração, Casa já gastou R$ 20 milhões desde a aprovação da lei, em 1999; veja (foto) quem ainda faz questão de receber o pagamento
 
Brasília247 – Está publicado no Diário da Câmara Legislativa desta terça-feira (28) o nome do 12° deputado distrital a abrir mão dos 14° e 15° salários. Aos poucos, os parlamentares resolvem deixar de receber a remuneração que custa quase R$ 1 milhão aos cofres públicos por ano.

O pagamento do benefício aos deputados desde a aprovação da lei, em 1999, já causou um impacto de R$ 20 milhões. Mas, apesar da iniciativa dos doze parlamentares da Casa, outra metade continua com a verba.

Para decidir se leva adiante o assunto para a votação em plenário, o colégio de líderes da Casa se reúne às 14h30 desta terça-feira (28). A decisão caberá a Eliana Pedrosa (PSD), Rôney Nemer (PMDB), Chico Vigilante (PT), Dr. Charles (PTB) e Israel Batista (PDT).

Na segunda- feira, em entrevista ao Correio Braziliense, todos sinalizaram pela possibilidade do entendimento para apreciar o projeto. Dependendo da decisão dos líderes, a proposta, que está parada há pelo menos três anos, começa a tramitar na Câmara e terá que passar por comissões antes de ser votada em plenário. Ainda segundo o Correio, se for votado, o projeto terá pelo menos 15 votos dos 24 deputados.

Na edição do Diário desta terça-feira (28), o deputado Washington Mesquita abriu mão dos salários extras. Os vencimentos, de R$ 20 mil cada, são pagos em 20 de dezembro (o 15º) e em 20 de fevereiro (o 14º).

Desde o início do ano, cinco parlamentares resolveram parar de receber essa remuneração. Além de Washington, Liliane Roriz (PSD), Chico Vigilante, Robério Negreiros (PSDB) e Paulo Roriz (DEM) abrem mão. Apenas sete dos 24 não recebiam o pagamento. São eles: Arlete Sampaio (PT), Chico Leite (PT), Cláudio Abrantes (PPS), Dr. Charles (PTB), Israel Batista (PDT), Joe Valle (PSB) e o presidente da Casa, Patrício (PT).

Além do salário mensal de R$ 20 mil, os distritais têm direito a uma verba indenizatória que, em 9 de fevereiro deste ano, aumentou de R$ 11,2 mil para R$ 20 mil. No mesmo dia, também aumentaram os valores das diárias de viagens.

Para os deslocamentos dentro do país, elas passarem de R$ 207 para R$ 385, e para o exterior, de 350 para 450 dólares ou euros. Cada distrital também recebe anualmente uma verba de gabinete de R$ 96 mil para contratação de até 23 funcionários em cargos comissionados.

Com informações do Jornal Correio Braziliense e do portal Uol.

Fonte: Brasília 247 - 28 de Fevereiro de 2012 às 14:57

NORA DE WASHINGTON PEDE EXONERAÇÃO DA CÂMARA

Nora de Washington pede exoneração da Câmara 

Grávida de sete meses do filho do deputado distrital Washington Mesquita (PSD), Mariana Morais deixa a Câmara Legislativa depois de o Brasília247 divulgar a promoção dela; em 2 de fevereiro, distrital a nomeou para um cargo de R$ 8,6 mil; diálogos nas redes sociais entre o casal revelavam a intenção de usarem o aumento para comprar um apartamento


Naira Trindade _ Brasília247A futura nora do distrital Washington Mesquita (PSD), Mariana Morais Borges, pediu exoneração do cargo de chefe de Gabinete da Mesa da Segunda Secretaria da Câmara Legislativa. Grávida de sete meses do filho do deputado, Luiz Gustavo Nogueira Mesquita, Mariana foi promovida pelo sogro no dia 2 de fevereiro para ganhar o dobro, cerca de R$ 8,6 mil, e ter mais condições para criar o bebê que está por vir.

Apesar de ter afirmado que o caso não se tratava de nepotismo porque eles não são casados e o neto “ainda nem nasceu”, o deputado reviu a situação e decidiu exonerá-la nesta segunda-feira (27). Mas, a moça se antecipou e, ao pedir para sair, hoje, abriu mão dos benefícios que teria como gestante.

A solicitação para deixar o cargo “a pedido do servidor” está publicada no Diário da Câmara Legislativa desta terça-feira (28). Mariana sai da Casa onde trabalha desde janeiro de 2010. Antes da promoção, ela era funcionária no gabinete do parlamentar, num cargo CL 9, com salário de R$ 4 mil. Lá, conheceu Luiz Gustavo Mesquita, o filho do deputado. Ao ser nomeada, no início deste mês, Mariana ocupou a vaga de Gustavo Dias Henrique.

A troca de cargos foi feita no mesmo ato. À época, Washington Mesquita explicou que Gustavo ficaria na função até sair a vaga dele no governo do Distrito Federal. Ele estava negociando um cargo para o ex-funcionário do gabinete no Executivo. Nesta terça, novamente no mesmo ato, Gustavo volta a assumir a chefia de gabinete da Segunda Secretaria.

Um diálogo entre Mariana Morais e o filho de Washington Mesquita, Luiz Gustavo Nogueira Mesquita, na página de relacionamentos Facebook demonstrava o interesse do casal em usar o aumento no salário para comprar uma casa ou um apartamento em Brasília.

As mensagens postadas em 1 º de fevereiro vazaram na internet. Ele dizia para a namorada que o “esquema” iria sair publicado no dia seguinte, como aconteceu. E ainda a alertava a não falar sobre o assunto por telefone. À época, o deputado Washington Mesquita alegou desconhecer o bate-papo entre o filho e a futura nora.

Apesar de o Brasília247 ter publicado a promoção em 6 de fevereiro, Mariana Morais não podia ser exonerada porque estava em férias. Por meio de nota, o deputado reforçou que futura nora se antecipou à decisão dele. “Como a decisão partiu da própria servidora, ela abre mão de todos os direitos de sua condição de gestante e não receberá nenhum dos benefícios especulados”, diz a nota.

O texto ainda frisa que o distrital desconhecia a atitude da servidora. “O deputado tomou conhecimento da decisão da servidora no exato momento em que solicitou a exoneração da mesma para a Diretoria de Recursos Humanos da Câmara Legislativa.” Na segunda-feira (27), Washington referendou a demissão dela ao assinar o documento.

Fonte: Brasília 247 - 28 de Fevereiro de 2012 às 10:10

MÃO AMIGA: Conselheiro do TCDF, Manoelzinho do táxi, indicou o diretor da Polícia Civil

O conselheiro do TCDF, Manoelzinho, vistoriou  as obras do Estádio Nacional de Brasília:
estaria aí sua força para indicar o novo diretor-geral da Polícia Civil
 
O polêmico taxista e atual conselheiro do Tribunal de Contas do Distrito Federal, Manoel Andrade, o Manoelzinho, teve participação direta na nomeação do novo diretor-geral da Polícia Civil do Distrito Federal, delegado Jorge Luiz Xavier.
 
O que significa que a escolha não foi tão técnica assim, como o governador Agnelo Queiroz alardeou à imprensa. 

Para sentar-se na cadeira, Jorge Xavier teve de abrir mão de algumas prerrogativas do cargo, tudo para não desagradar ou mesmo contrariar Manoelzinho.
 
A “mão amiga” do taxista alertou o delegado sobre a impossibilidade de mudanças bruscas na Instituição.
 
Pois bem, Xavier desejava indicar o seu adjunto, não conseguiu.
 
Permaneceu o delegado João Rodrigues. Aí tem o dedo do ex-deputado Laerte Bessa, que dirigiu politicamente a PCDF.
 
Para a CORD – Coordenação de Repressão às Drogas, Xavier queria outro nome para comandá-la, não conseguiu.
 
João Carlos Lóssio bateu o pé e ficou no mesmo lugar.
 
Detalhe, os dois delegados também estavam cotados para o cargo de diretor-geral.

Compreensível que Agnelo Queiroz tenha interesse em agradar o conselheiro em virtude da aprovação de suas contas junto ao Tribunal, já neste ano.
 
Agora, qual seria o interesse do Manoelzinho na indicação do diretor da PCDF?
 
Fonte: Brasília em OFF

WIKILEAKS: DOS BILHÕES DA COMPRA DE CAÇAS SAIRIA A APONSETADORIA DE LULA

23:15 de 27.02.2012 Atualizado à 00:02 - Em outubro de 2010, já no final do governo Lula, um funcionário do governo americano no Brasil conversava sobre a compra iminente de aviões de combate pelo Brasil e afirmou a um consultor da empresa de inteligência e análise estratégica Stratfor, Marko Papic, categoricamente: "A compra de submarinos é tão sem sentido que só pode ter a ver com propina. Lula provavelmente está cuidando do seu plano de aposentadoria.

E veja só: a compra acontece 'curiosamente' no fim de seu mandato. O mesmo vale para os jatos. Nosso Departamento do Tesouro é vingativo quando se depara com subornos. Não podemos fazer nenhum negócio real num lugar corrupto como o Brasil. Os franceses não têm esses problemas".

A informação consta de um dos milhões de e-mails divulgados pelo site WikiLeaks nesta segunda-feira (27).

Marko Papic acrescentou: "Não é que eu discorde, mas acredito que a França também tornou a propina ilegal".

Segundo o WikiLeaks, o servidor americano finalizou a conversa afirmando: “Desculpe-me não ter mais informações no que diz respeito à estratégia brasileira.

A nossa avaliação é de que isso é puramente suborno. A única diferença é que agora o Brasil tem dinheiro, muito dinheiro, e pode de fato adquirir os equipamentos.

Quero dizer, seria mera coincidência eles comprarem tanto equipamento militar da França? Os franceses sabem como realizar subornos”. Em dezembro de 2008, o Brasil assinou com a França um acordo no valor de R$ 6,7 bilhões para construção de quatro submarinos Scorpène, uma base naval e um estaleiro.

A compra de aviões de combate para a Força Aérea Brasileira, estimado em pelo menos R$ 10 bilhões, ainda não foi concluído.

Há dias, a coluna Cláudio Humberto revelou que o Brasil se prepara para anunciar em maio a opção pelos caças Rafale, produzidos pela francesa Dassault.

Fonte: Cláudio Humberto