Política

Loading...

ACESSOS

terça-feira, 15 de abril de 2014

Frase da semana: 'Durlval Barbosa'


Frase da semana: “As acusações de Durval Barbosa não podem ter tratamento seletivo. Todos que foram acusados por ele devem ser investigados, doa a quem doer, sob pena de se fazer justiça pela metade ou injustiça por inteiro. Afinal se a palavra dele serve para acusar alguns não pode ser ignorada para inocentar quem quer que seja.” 

Fonte: A VOZ DA VERDADE - Por Celson Bianchi.

Mudança eleitoral 'Aécio, Dilma e Eduardo'


A capital paulista vai ser o quartel general das campanhas de Eduardo Campos e Aécio Neves.

O candidato do PSB ao Palácio do Planalto, Eduardo Campos já mudou de mala e cuia para São Paulo e Aécio Neves não vai demorar muito e também vai se mudar para capital paulista.

Na contramão essa a presidente Dilma Rousseff que vai aproveitar toda a estrutura da Presidência da República e já larga com a vantagem de disputar a corrida eleitoral aproveitando todas as benesses que o cargo lhe oferece.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

Infelicidade na Largada 'Luiz Pitiman'


Logo na primeira entrevista após ser indicado pelo PSDB como seu virtual candidato ao governo do Distrito Federal, o deputado Luiz Pitiman deu uma escorregada feia ao admitir, em resposta à última pergunta, a possibilidade de abrir mão da cabeça de chapa ao governo em nome de uma coligação mais forte.

Depois de uma luta interna que rachou o partido, admitir não concorrer, logo na primeira manifestação pública demonstra pouca convicção em si mesmo e afasta os possíveis aliados. Afinal os partidos políticos ou estão do lado de quem já está no poder ou querem estar junto de quem tem convicção de alcançar o poder.

No caso, o candidato tucano não preenche nenhum dos requisitos e corre o risco de fazer sua caminhada de forma solitária, para desespero dos seus candidatos proporcionais. Derrapou logo na largada. 

Fonte: A VOZ DA VERDADE - Por Celson Bianchi.

A manobra do delator 'Durval Barbosa'


A história política de Brasília se repete de quatro em quatro anos. O homem que foi considerado o delator de um mega esquema de corrupção dos últimos 20 anos, a cada ano renova seu arsenal para acuar aquele que está à frente do governo.

A movimentação em torno do delator premiado pelo Ministério Público Federal, Durval Barbosa, é intensa e o delator anda atuando nos porões do Palácio em busca de queijos para se satisfazer e engordar acuando, aquele que vai se sentar na principal cadeira do Buriti.

Agentes da Polícia Federal, responsáveis pela segurança e integridade do delator, assistem de camarote a procura dos desesperados que um dia foram alvos do veneno da delação. O temido Durval Barbosa diz carregar um baú com pessoas que participaram do esquema corrupto dentro do Palácio do Buriti, agora dá sinais para alguns que serão poupados pela gota letal do veneno nas eleições de outubro.

Mas tem aqueles que serão eternos alvos que vão estar no sacrifício e servir de alimento para o poder que o delator diz ter em suas mãos. Há pessoas que estão aproveitando o momento de pré-campanha para sinalizar poderes de destruição na corrida eleitoral que não possui. Para alguns candidatos, basta olhar em torno de Durval Barbosa para temer as investidas que com certeza a serão feitas na campanha de 2014.

Nesta sexta-feira (11/04), o delator Durval Barbosa em mais uma oitiva no processo Caixa de Pandora, confessou ter editado os vídeos divulgados durante o processo da delação premiada, disse também que as gravações foram efetuadas com seu equipamento e não da Polícia Federal e que os vídeos são da época em que Joaquim Roriz era o governador.

O corpo jurídico dos envolvidos no processo Caixa de Pandora comemoraram a confissão do delator. Mas, a estratégia usada por Durval é política e a intenção é puxar o ex-governador Joaquim Roriz para dentro da Caixa de Pandora, desgastando a sua imagem enfraquecendo sua filha Liliane Roriz que foi indicada para vice, na chapa de Arruda.

Para os advogados dos envolvidos o que valeu foi a confissão que abre uma brecha para atuar na defesa, mas por outro lado, o delator procura se cacifar falando baixinho que qualquer candidato a principal cadeira do Palácio do Buriti terá que passar por seu crivo. Com isso são identificados os macacos que pulam de galho em galho mas respeitam o gorila.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

A chave da Pandora 'Luís Inácio Lula da Silva'


O maior escândalo de corrupção no governo do Distrito Federal, batizado como Caixa de Pandora, pode ruir como um castelo de areia. O processo que teve a origem das investigações pela Sub-Procuradora Raquel Dodge, teve no seu percurso falhas que podem anular todo o processo.

O inquérito 650 que deu origem a denuncia teve a colaboração nas investigações do ex-Sub-Procurador e advogado na época, José Roberto Santoro. A procuradora Raquel Dodge colega de Santoro, quando exercia cargo de Sub-Procurador, confidenciou ao então advogado segredos da investigação que mais tarde serviu de apoio para Santoro advogar sem aparecer publicamente para um dos réus mais importante no processo.

O ex-governador, José Roberto Arruda, contou com a ajuda informalmente, mas remunerado na sua defesa. Santoro nas vésperas de ser deflagrado a operação Caixa de Pandora, estava no Rio de Janeiro acertando detalhes com Raquel Dodge de como seria a ação do Ministério Público no dia seguinte com os pedidos de busca e apreensão e até prisões a ser cumprida pela Polícia Federal.

Santoro orientou sua ex-colega e amiga a cumprir somente os mandados de busca e apreensão, e depois de analisar o material apreendido, fariam a segunda operação. Antes mesmo de acontecer a operação, Raquel Dodge, em viagem para o exterior encontrou uma amiga de infância, Maria Helena Pinheiro Penna, que é irmã do então Secretário de Planejamento e Gestão do governo Arruda, Ricardo Penna, também investigado no esquema da Caixa de Pandora. Ricardo Penna, sabia antes mesmo da operação ser deflagrada que o seu nome fazia parte do rol dos investigados.

Após a operação ser deflagrada uma rocambolesca história acontecia, o então governador, José Roberto Arruda, entrava na mira do Palácio do Planalto, pelas mãos da Empresa Brasileira de Inteligência (ABIN). O então presidente Luís Inácio Lula da Silva, tomou conhecimento que o governador de Brasília , tinha em mãos documentos que poderiam respingar no Palácio da Alvorada. Com isso a Casa Militar do Palácio do Planalto, também informava ao presidente que uma operação iria acontecer flagrando Arruda tentando comprar o silencio de uma testemunha, ai começou o rolo compressor do Palácio do Planalto para deter Arruda o mais rápido possível.

A Polícia Federal preparou uma operação com o jornalista Edson Sombra para flagrar a tentativa em comprar o silencio. Enquanto isso, o ex-presidente Lula se empenhava pessoalmente na prisão do governador junto ao presidente do STJ, Cesar Asfor Rocha. O presidente do STJ procurou o ministro encarregado do inquérito, Fernando Gonçalves, que não quis decidir monocraticamente, Lula ao telefone com Cesar Asfor, pedia o empenho absoluto fazendo o presidente do Tribunal telefonar para alguns ministros que já haviam deixado Brasília, pois era véspera de feriado. Alguns ministros retornaram a Capital Federal nas asas de aviões da FAB para votar o pedido de prisão do então governador, José Roberto Arruda. Durante a votação, Lula ficava ao telefone com Cesar Asfor Rocha, monitorando a votação.

Depois disso com Arruda já preso na Polícia Federal, o Secretário Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, pediu para o seu amigo e vizinho de fazenda, o advogado José Gerardo Grossi, levar para Arruda, o pedido de renuncia em troca da liberdade. O então governador não assinou e permaneceu preso, dai em diante o processo transcorreu lentamente, pois talvez o objetivo de muitos teriam sido alcançados. Vale a pena lembrar que Arruda à época estava cotado para ser o vice-presidente na chapa do PSDB com Serra e Aécio.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

Nada de bravatas 'André Vargas'


O vice-presidente da Câmara dos Deputados, André Vargas, mandou um recado direto para os cardeais do Partido dos Trabalhadores.

Vargas disse que vai retornar a vice-presidencia da Câmara após o feriado da Semana Santa e também anunciou que: “A casa vai cair para alguns.”

O que Vargas quis com o recado é mobilizar todo o partido para salva-lo da guilhotina, pois já se sabe que se for cassado, vai dar o abraço de afogado no ex-ministro da saúde, Alexandre Padilha.

Há quem pense que as palavras de Vargas são bravatas, mas há quem aposte, que ele vai dar muita dor de cabeça para o partido.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

Deputado André Vargas deve renunciar nesta terça-feira

O deputado André Vargas (PT/PR) deve renunciar nesta terça-feira (15) ou depois de amanhã (16) ao mandato parlamentar. A decisão da renúncia foi confirmada pelo assessor de Comunicação da Vice-Presidência da Câmara dos Deputados e amigo de Vargas, Ricardo Weg. André Vargas licenciou-se do mandato no último dia 7, por 60 dias, para tratamento de assuntos de interesse particular, e no dia 9 anunciou que renunciaria à vice-presidência da Câmara.

O pedido de licença ocorreu após denúncias do envolvimento do deputado com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal na Operação Lava Jato. No início do ano, André Vargas pediu ao doleiro um jatinho para vajar com a família à Paraíba. No plenário da Câmara, Vargas confirmou o uso da aeronave e disse que pagaria o combustível gasto na viagem. Na ocasião, Vargas disse que desconhecia as atividades de Youssef, embora o conhecesse há muitos anos. O deputado também negou que tivesse intermediado interesses do laboratório Labogen Química Fina e Biotecnologia no Ministério da Saúde.

No quarta-feira passada (9), o Conselho de Ética da Câmara abriu processo de cassação do mandato do deputado por quebra de decoro parlamentar.

Fonte: EBC / IG.

Dilma deveria pedir 'desculpas aos brasileiros' - 'Aécio Neves'

Aécio Neves veio de Salvador onde no início da tarde, junto com mais de 500 lideranças do DEM, PSDB e PMDB, selou uma aliança histórica de oposição dentro do Estado da Bahia. Além de Aécio para a Presidência, a composição da chapa terá Paulo Souto (DEM) para o governo, e Geddel Vieira Lima (PMDB), ex-ministro da Integração Social, como senador. Para esta noite, está previsto um jantar na zona sul do Rio com o presidente estadual peemedebista, Jorge Picciani, com o intuito de montar um palanque no Rio de Janeiro

Os recentes casos de corrupção envolvendo a Petrobras, como por exemplo a compra de uma refinaria em Pasadena (EUA) por R$ 1,2 bilhão e o envolvimento do ex-diretor Paulo Roberto Costa em suposta denúncia de cobrança de propina em contratos com a estatal, são motivos mais do que suficientes para que a presidente Dilma Rousseff pedisse perdão aos brasileiros. Esta é a opinião do senador Aécio Neves (PSDB/MG), pré-candidato à Presidência da República.

“O caminho correto nesse instante seria a senhora presidente da República pedir desculpas aos brasileiros, aos servidores da Petrobras, que construíram durante 60 anos esta extraordinária empresa, e desculpas em especial aos trabalhadores que colocaram recursos de seus fundos de garantia. Quem em 2009 colocou R$ 10 na Petrobras, hoje tem R$ 35”, afirmou o senador tucano aos jornalistas antes de uma palestra para empresários na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), no centro da capital fluminense.

“Portanto, eu acho que está na hora da presidente devolver limpo o macacão da Petrobras”, comentou ainda Aécio Neves, que ao desembarcar no Rio de Janeiro vindo de Salvador, ainda se disse surpreso com uma fala da presidente Dilma Rousseff sobre o trabalho da oposição acerca das denúncias de corrupção na estatal.

“Eu vi uma declaração dada pela senhora presidente da República, em Pernambuco, acusando a oposição que de alguma forma está sujando a imagem da Petrobras. Meu Deus do céu! Quem está ferindo a imagem da Petrobras é o aparelhamento que o PT estabeleceu há vários anos na empresa e a partir disso estamos vendo todos os tipos de irresponsabilidades acontecendo”, destacou.

“Eu tenho recebido acenos importantes de lideranças, não apenas do PMDB, mas de setores da base do governo federal que querem estar próximos de nós. E são bem-vindos esses apoios”, afirmou o tucano. “Nós temos conversado com o presidente (Jorge) Picciani, do PMDB, com o presidente do PP, (senador) Francisco Dornelles, com o Paulinho da Força, com o Índio (da Costa) do PSD, então, eu vejo um conjunto de forças que estão na base do atual governo estadual, mas que mostram disposição de caminhar conosco. Vamos deixar que o tempo se encarregue de consolidar esse entendimento”, completou.

No Rio de Janeiro, a situação envolvendo Picciani destoa da atual postura do pré-candidato ao governo fluminense, Luiz Fernando Pezão, que junto do agora ex-governador Sérgio Cabral, continuam firme, ao menos por enquanto, no apoio à presidente Dilma Rousseff.

Picciani, no entanto, já reiterou por diversas vezes que é contra, por exemplo, a candidatura petista ao governo do Estado do também senador Lindbergh Faria (PT), e a partir daí teria nascido o interesse de diálogo com Aécio Neves por parte do líder estadual peemedebista.

“Eu acredito nas coisas naturais na política. O que eu tenho percebido é que, não apenas na oposição, mas na sociedade brasileira há um cansaço em relação a isso tudo que está acontecendo no País. Não há mais estômago para tanta propaganda e tão pouco resultado”, despistou o senador tucano antes de partir para a palestra e lembrar que, também no Rio de Janeiro, ele conta com apoio do Democratas e do PP. “Estou imensamente feliz com o início do processo”, finalizou.

Fonte: Terra.

Recebidos com tapete vermelho 'Operação Lava Jato'


A operação Lava Jato da Polícia Federal que deu origem ao escândalo na Petrobras com a prisão do diretor da estatal, Paulo Roberto Costa, está sendo acompanhada com lupa pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, e pelo procurador geral da República, Rodrigo Janot e dois assessores, que também são procuradores.

No ultimo dia 4 no restaurante Ares do Brasil, no Lago Sul, bairro nobre da capital federal, o ministro, José Eduardo Cardoso, almoçava com o PGR, Rodrigo Janot e sua equipe.

O cardápio era o assunto Petrobras, uma semana depois a Polícia Federal, na segunda etapa da operação Lava Jato, pediu licença paz buscar documentos na sede da Petrobras no Rio de Janeiro, o que não é de praxe. Em outras operações a PF atua no flagrante, onde com certeza obtém mais resultado.

No caso da Petrobras, a presidente da estatal, Graça Foster faltou estender um tapete vermelho para receber o delegado e sua equipe, recebendo com cafezinho quente e pão de queijo para toda equipe.

O que não se sabe, mas desconfiam é se existe relação entre a busca e apreensão e o ministro da Justiça no restaurante Ares do Brasil.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

Noites com insônia 'Paulo Bernardo & Doleiro Alberto Yousseff'

O Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, vem perdendo noites de sono após o escândalo com o doleiro paranaense, Alberto Yousseff.

O receio do ministro é ser alvejado por uma bala perdida nesse tiroteio, os tucanos de Londrina já estão espalhando nos bastidores a estreita relação do prefeito de Londrina, Belinati, com o doleiro, Alberto Yousseff e André Vargas.

Segundo eles, André viajava para visitar Belinati na prefeitura a pedido de Paulo Bernardo, que disputava a prefeitura de Curitiba. Já tem tucano abrindo o bico.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

Apoio para ingles ver 'Renan Calheiros & Fernando Collor de Mello'

O presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros, está tentando nos bastidores convencer o ex-presidente, Collor de Mello, a não disputar a vaga do senado na chapa de Renan Filho.

O argumento é que o passado vai bater à porta e a oposição já está preparada para explorar a história. Mas, a quem acredite que Fernando Collor de Mello pode ajudar Renan Filho com os votos quem tem no Estado.

Afinal, Collor ainda é para a maioria dos alagoanos, o presidente que foi injustiçado e perseguido pelo PT.

Fonte: QuidNovi por Mino Pedrosa.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Ausência Programada 'Rogério Rosso'


Cortejado por quase todos os partidos, em especial os que já possuem candidatura definida, o PSD comandado pelo ex-governador Rogério Rosso, apresentou um projeto de plano de governo com algumas propostas interessantes, como a autonomia financeira das administrações regionais e outras mirabolantes como a incorporação dos municípios do entorno ao DF.

Presentes quase todos os grandes partidos do DF, à exceção do PMDB, cujo presidente regional, o vice-governador Tadeu Filippelli, não se dá com Rosso.

Até mesmo o PT que foi recentemente atacado por Rosso na propaganda eleitoral, engoliu a seco e mandou seu presidente local o deputado Policarpo para prestigiar o lançamento, de olho apenas nos preciosos minutos da propaganda eleitoral do PSD.

Fonte: A VOZ DA VERDADE - Por Celson Bianchi.
 

Passado Incômodo 'Rodrigo Rollemberg'

O senador Renan Calheiros, presidente do senado federal, não poderia ter sido mais cruel com o senador Rodrigo Rollemberg, virtual candidato ao governo do DF pelo PSB.

Renan, cheio de ironia, manifestou sua satisfação com a atual indicação do senador de Brasília, que sugeriu um nome técnico para a vaga de ministro do Tribunal de Contas da União, pois na vaga anterior Rodrigo indicou, sem qualquer constrangimento, a mãe do presidente nacional do seu partido, cuja intimidade com finanças pública não tinha nada de técnica.

A ironia ganhou destaque nacional e deixou Rollemberg numa saia justa sem tamanho. Afinal, quem age com a conveniência política do momento não pode esquecer o que fez no verão passado.

Fonte: A VOZ DA VERDADE - Por Celson Bianchi.

GRAMADO MALTRATADO

 
É uma vergonha a atual situação do gramado da esplanada dos ministérios. Tanto foram os desmandos e os eventos para atender a turma do lucro fácil, que exploraram o local sem um mínimo de cuidado, que hoje o que se vê é lama e terra, muito distante do gramado que serviu por muitos anos como cartão postal da cidade.
 
O IPHAN, órgão responsável por defender a região tombada da capital federal, simplesmente fechou os olhos e a cidade perdeu e vem perdendo.
 
A bienal do livro, por exemplo, tem como porta de entrada a lama quando chove e a poeira quando seca. Lamentável.
 
Fonte: A VOZ DA VERDADE - Por Celson Bianchi.

Fiasco na Saúde - UPA's

A saúde do GDF está colhendo o que plantou nos últimos 03 anos, gastos enormes com custeio, pessoal e publicidade, muito pouco de recursos em investimentos, apesar do orçamento de bilhões.

A queda da tenda em Ceilândia, a revolta dos pacientes na UPA recém inaugurada na mesma cidade, além das tentativas frustradas de terceirização dos serviços de lavanderia, culminando com o fechamento da unidade de pediatria do hospital de Santa Maria.

É uma área que lamentavelmente tem muito pouco a comemorar, para desespero da população.

Fonte: A VOZ DA VERDADE - Por Celson Bianchi.

Hashtag dos Distritais 'CLDF'


Em resposta a hashtag lançada pelo Correio Braziliense #vaitrabalhardeputado, com o entusiasmado apoio do Buriti, alguns parlamentares corajosamente sugeriram lançar a hashtag #largaodinheirodapublicidade, para atacar o gasto de mais de 200 milhões, só este ano, com publicidade e propaganda nas barbas do Tribunal de Contas, do TRE e do MPDF.

Na avaliação dos distritais estes recursos seriam muito melhor investidos na educação, na saúde e segurança. Pena que de público ninguém teve coragem de dar nome aos bois. 

Fonte: A VOZ DA VERDADE - Por Celson Bianchi.

Santa Incapacidade 'Reguffe'


Agora está provado. Assim como aconteceu no seu mandato de deputado distrital, quando pouco fez pela cidade e pela população do DF, o hoje deputado Reguffe também fez pouco ou quase nada no seu mandato de federal.

Já estamos iniciando as discussões das eleições para a próxima legislatura e Reguffe não liberou um único centavo das emendas que apresentou em favor da saúde, educação e segurança. O nobre parlamentar tem que entender que liberar as emendas apresentadas também é papel do deputado.

Não basta aprovar o dinheiro tem que brigar para que os recursos sejam liberados e atenda os seus objetivos, apresentar a emenda ou o projeto e deitar em berço esplêndido esperando cair do céu é uma demonstração de total incapacidade política, a merecer reprovação como representante do povo.

Este comportamento conveniente e eleitoreiro também merece a hashtag #vaitrabalhardeputado. 

Fonte: A VOZ DA VERDADE - Por Celson Bianchi. 

Governo ou Oposição 'Érika Kokay'

A deputada Érika Kokay, do PT/DF está recolhendo de forma virtual assinaturas num manifesto de sua autoria, contra o projeto de lei do PPCUB encaminhado pelo GDF, a ser encaminhado ao governador Agnelo Queiroz e ao Deputado Wasny de Roure, presidente da Câmara.

Com duras críticas ao projeto Érika espera faturar o apoio, em forma de votos, de milhares de pessoas que são contra a proposta. Tem gente no PT que consegue ao mesmo tempo ser governo e oposição, e assim pensam confundir o eleitor. O presidente do partido já foi acionado para apagar mais este incêndio do fogo amigo.

Fonte: A VOZ DA VERDADE - Por Celson Bianchi.

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Raimundo Ribeiro comenta a escolha do PSDB


Ontem o PSDB confirmou que o deputado federal Luiz Pitiman será o representante do partido na corrida ao Buriti. Um dos entusiastas de Pitiman é o ex-deputado distrital Raimundo Ribeiro, que garantiu que o partido saiu fortalecido com a decisão.

Contrariando outras lideranças tucanas, que afirmaram que a campanha de Pitiman já nasceria morta por falta de militância, Ribeiro explicou que os 72 candidatos que irão sair às ruas emprestarão a legitimidade ao pré-candidato escolhido e que os verdadeiros tucanos estarão juntos para desarticular a quadrilha que atualmente está no poder.

Fonte: Odir Ribeiro.

'AGNELO MENTE DE NOVO' por Raimundo Ribeiro


Após inúmeras denúncias de que os condenados do MENSALÃO DO PT estariam recebendo tratamento privilegiado nas dependências da papuda, o governador Agnelo Queiroz desmentiu a ocorrência de tais privilégios. 

Como diz o ditado popular, "MENTIRA TEM PERNA CURTA", mais uma vez se descobre que Agnelo tem uma vocação irresistível para a mentira: Dois internos da papuda, ouvidos pelo Juiz da Vara de Entorpecentes confirmaram que são obrigados a servir café da manhã especial para suas "excelências", os bandidos do PT que lá estão por terem assaltado os cofres públicos.

Mas infelizmente somos obrigados a reconhecer que o Governador do DF, que deveria representar a nossa população é um mentiroso contumaz e isso mina a credibilidade do DF.

Vale destacar também que 'MENTIR' é quebra de decoro. 

Fonte: Guardian Notícias - Raimundo Ribeiro

Nota Oficial: Luiz Pitiman é pré-candidato do PSDB ao governo do Distrito Federal

Em nota oficial, o PSDB informa que:

O PSDB, adotando indicação da Comissão Especial criada em 13 de março de 2014, resolveu designar o deputado federal Luiz Pitiman como pré-candidato ao governo do Distrito Federal.

A Comissão autoriza, ainda, que o deputado promova os entendimentos com os demais partidos interessados na composição de alianças para disputa da eleição de governador, em outubro deste ano.

Senador Cássio Cunha Lima (PB), deputados federais Carlos Sampaio (SP), Nilson Leitão (MT), Bruno Araújo (PE), pela Executiva Nacional e pelo presidente da Executiva Distrital, Eduardo Jorge.


Fonte: Imprensa - PSDB
Site: psdb.org.br 
Twitter: @Rede45 

Arruda promete vagas a 'Deus' e o mundo


Após repetir que tem Deus a seu lado, ex governador José Roberto Arruda (PR) acredita que tem o poder de multiplicação. Prometeu a vaga do Senado ao senador Gim Argello (PTB) e também ao ex-deputado Alberto Fraga (DEM). 

Ofereceu a vaga de vice na chapa também para a distrital Eliana Pedrosa (PPS), mesmo tendo anunciado a também distrital Liliane Roriz (PRTB) como o segundo nome da coligação. "Eu quero vocês. Lá pra frente a gente dá um jeito", teria confidenciado a um fiel escudeiro. 

Fonte: Odir Ribeiro.